Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

26/03/16

Sonho Meu e de mais Alguém

por Olavo Rodrigues

Que escreves?

Uma carta, não sei para quem.

Escreve-a o melhor que sabes,

Faz a pessoa sentir-se especial como ninguém.

Podes enviá-la para quem a apanhar primeiro,

Essa alma fica assim encarregue de a espalhar pelo universo inteiro.

Qual é o destino?

 

É longe, não está nos mapas, mas sim nas estrelas.

Conto-as uma por uma, mas perco-me no brilho,

Tenho de revê-las.

Cada uma delas é uma porta com um trinco,

Que quero abrir com muito afinco.

 

Envio para lá uma carta que chegará a um sítio tão distante, 

Que já esteve tão perto. 

Peço a quem a encontre que nos salve com uma vontade incessante,

Que convença todos a realizar um acto esperto,

Assim volta a tornar-se interessante

Sonhar a limite aberto.

 

Achas que é possível?

Caminhamos cada vez mais para a apatia de boca escancarada,

Espera-nos um fim terrível e a D. Esperança zangada.

 

Relaxa, não há que temer,

O desejo é um martelo forte que se faz valer.

Portanto, mesmo em circunstâncias feias, deixo em acta,

Que o sangue do êxito me corre nas veias,

Como também a vontade de enviar a carta.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Estatísticas Detalhadas

UA-77383280-1

Arca

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por correio electrónico

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.