Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

03/11/15

Quatro Estações, Quatro Delícias - Parte 1

Ena, há imenso tempo que não publico nada. Para compensar aqui vai uma compilação de poemas leves sobre quatro das melhores maravilhas da Mãe Natureza. Dividi-os em grupos de dois para a publicação não ficar muito extensa.

 

PRIMAVERA

Todos os animais do bosque ouvem o seu canto divinal.

Vão a correr em direcção a ele como abelhas atraídas pelo pólen.

Rodeada por um quadro cheio de flores/obras de arte desenhadas e pintadas pela sua própria mão, 

A sua voz ecoa pelo céu azul fora, convivendo com os adorados raios de sol.

 

Primeiro chegam os pássaros que ostentam um desfile de liberdade.

Abençoados com tão boas ferramentas como as asas,

É uma verdade que são invejados pelas massas.

 

Seguem-se os animais terrenos, que lá por não voarem,

Não significa que não sejam anjos.

Coelhos, veados e esquilos surgem

Para celebrar a chegada da estação e comerem aos quilos.

 

Assim, abraçados pela beleza, amor e união,

A Mãe Natureza mais os seus filhos começaram um banquete registado no fundo do coração.

 

VERÃO

Vejo algo ofuscante a entrar-me pela tenda.

Saio para verificar o que é e reparo que há uma fenda,

Circular e perfeita, um adorno de artista,

Não consigo olhá-lo muito tempo, magoa-me a vista.

 

À minha volta, oiço gargalhadas de harmonia,

Até o meio ambiente toca uma melodia,

Nesta terra de sonhos passageira, não há um único se não.

Toda a gente descansa e se diverte, não há dúvida de que é Verão.

 

Nesta altura, a noite também é luzidia,

Os companheiros têm maluquice para curtir e esbanjar,

Mais um golinho de cerveja fresca que desliza fria,

Resulta numa bela de uma bebedeira ao luar.

 

A maré faz-me festas nos pés, a lama massagens,

À minha frente, entusiastas interpretam golfinhos ou não

Que boas memórias darão tais imagens

Em pleno triunfo desta estação.

 

Para os mais ousados também há boas propostas na parte terrena da praia, 

É criatividade fluída, a areia torna-se na sua aia,

Castelos e torres são o padrão

Que fez da minha infância uma bênção.

2 comentários

tagarela mais

Mais sobre mim

imagem de perfil

Estatísticas Detalhadas

UA-77383280-1

Arca

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por correio electrónico

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.