Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

Toca do Coelho

A mascar o pensamento à sombra calma da luz irrequieta.

29/09/15

Energias Feminina e Masculina

Independentemente do nosso género, todos temos estas duas qualidades de energia dentro de nós - a feminina e a masculina. Há mais, mas concentremo-nos nas que aqui são mencionadas. Os seus nomes bizarros devem-se à associação à anatomia humana. 

Se repararmos o corpo do homem é muito recto enquanto o da mulher é mais curvo. E assim fluem os tipos de energia conforme o estilo de corpo a que estão ligadas. A sua localização é o cérebro, estando a energia masculina no lado esquerdo e a feminina no direito. Ambos possuem o mesmo nível de força, cada qual com as suas características. 

Quero aproveitar para frisar que apesar de a orientação sexual estar ligada a estas energias, não é uma parte fundamental das ditas. 

 

Masculina:

Contém a nossa concentração e determinação. É analítica, estratégica e correcta, procurando sempre fazer tudo com máxima qualidade. No entanto, não gosta de ser contrariada e só vê o caminho que considera melhor, bem como as partes das situações.

 

Feminina:

Tenta constantemente pensar fora da caixa, é criativa, expressiva, sentimental e ao contrário do seu oposto, a sua mente é muito aberta.

Ao ser destabilizada, abandona o seu estado pacato natural, entrando num furacão de sentimentos. Além do mais, a sua criatividade torna-se também disfuncional. Quanto à percepção das situações, observa o todo. 

 

O objectivo da abordagem deste tema é alertar o mundo para o perigo espiritual que estamos a atravessar e que se alguns hábitos não forem mudados, tais erros vão manter-se durante muitas décadas.

O mundo actual desenvolve demasiado a energia masculina em comparação com a feminina. É por esta razão que ninguém se entende.

Todos os dias aparecem na televisão muitas guerras, buracos financeiros, discussões políticas que acabam num beco sem saída... Se apostarmos mais no equilíbrio, a nossa mente abrir-se-á e as dificuldades serão resolvidas mais facilmente. 

Lembram-se de ter falado da transmissão de bons valores de geração em geração? Vamos encaixá-lo neste tema.  

As crianças são seres naturalmente mais femininos - são criativas, inocentes e têm energia para expressar as suas ideias e sentimentos de diversas maneiras. Contudo, o nosso ensino, que usa excessivamente o lado esquerdo do cérebro, bombardeia-as com quantidades astronómicas de energia masculina. 

Passam a maior parte do dia na escola, levam imensos trabalhos de casa para fazer e agora devido às novas tecnologias, quase não brincam. O pior é que os pais alimentam isto para compensar o tempo que não podem oferecer, isentando assim os miúdos de moralidade.

Uma mentalidade esmagadoramente masculina porá na ribalta o egoísmo, a violência e a desunião. Sendo o ser humano um animal social, não prosperará muito comportando-se desta forma. 

Creio que para invertermos a tendência, podemos começar com coisas pequenas. Em vez de darmos à nossa descendência uma consola ou um telemóvel para as mãos aos cinco, seis ou sete anos, seria melhor incentivar a criatividade desde bem cedo, mesmo que não falem fluentemente. 

Uma ou duas histórias ao deitar são perfeitas. Um relato cheio de aventuras é óptimo para a imaginação e ajuda o desenvolvimento da linguagem. Aliás, ao adquirirem o gosto pelas letras, eles próprios terão a iniciativa de ler e provavelmente, de escrever. Porém, não sejam precoces, tudo tem o seu tempo, alfabetizá-los cabe à escola.

Atenção: às vezes o Ensino escolhe leituras demasiado pesadas para as mentes dos pequenos, o que pode mudar a sua ideia da leitura. Equilibrem isso ao comprar-lhes livros que realmente apreciam. 

Apresentem-lhes também o desenho e a pintura, Ponham desenhos seus no frigorífico, os petizes verão essa atitude como uma aprovação, sentido-se motivados a continuar.

Colorir livros também é uma boa forma de alimentar a imaginação. Assim conhecem bem as cores e estão em contacto com as formas e com o espaço. Fazê-lo em conjunto com os pais é divertido para os dois lados e desta maneira passam mais tempo com os vossos filhos. Moldar plasticina serve para o mesmo efeito. 

Se o relógio não colaborar convosco, peçam a um familiar ou amigo que os leve a dar um passeio a pé ou de bicicleta. Todos nós precisamos de ver o mundo à nossa volta para o conhecer.

Isto ensinar-lhes-á as regras do código da estrada, melhorará a orientação geográfica e dar-lhes-á uma sensação espantosa de liberdade. Perceberão assim que o mundo é grande e belo de imensas maneiras.

Expliquem sempre o vosso ponto de vista, quer seja na altura de repreender ou de instruir a fazer alguma coisa.  "Porque sim" e "porque não" são respostas péssimas para o desenvolvimento saudável, são desmotivadoras no que diz respeito a questionar. Quem não questiona é facilmente manipulado.

Além disso, questionar aguça a curiosidade, o que por sua vez é uma estrada que leva ao prazer de aprender. 

Estas são as minhas ideias para um bom fomento da mentalidade feminina. Há que haver indivíduos equilibrados para o mundo ser equilibrado. 

 

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=5ZgNodtqs7M

 

 

2 comentários

tagarela mais

Mais sobre mim

imagem de perfil

Estatísticas Detalhadas

UA-77383280-1

Arca

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por correio electrónico

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.